Mais de 19,3 mil pessoas já saíram da fila de espera da Saúde no município

A realidade das pessoas que precisam realizar um exame ou se consultar com especialista é outra em Criciúma. Hoje, a Administração Municipal, via a Secretaria Municipal de Saúde, está dedicada a diminuir a fila de espera em todas as especialidades e exames.

Até agora, já foram duas especialidades e cinco exames zerados, sendo que de junho até novembro mais de 19,3 mil atendimentos já foram executados de média complexidade, diminuindo 77% da fila em os procedimentos.

Consultas

No segundo semestre de 2019, a Secretaria Municipal de Saúde deu início ao mutirão das especialidades atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) com foco na diminuição das filas. Consultas com oftalmologista e dermatologista e exames de colonoscopia, endoscopia, ressonância magnética, cintilografia e tomografia são os procedimentos que estão com as filas zeradas em Criciúma. Em junho, por exemplo, as consultas com o oftalmologista possuíam 7.081 pacientes esperando. Já este mês a fila foi zerada.

Pequenas cirurgias

Além disso, as filas para as pequenas cirurgias diminuíram 87%. Anteriormente, eram 1, 5 mil pessoas aguardando o procedimento, e agora, são 208 pacientes. Conforme o secretário municipal de Saúde, Acélio Casagrande, o Ministério da Saúde considera a fila zerada para as pessoas que estão aguardando o atendimento entre 90 e 30 dias. Em casos de risco, a espera pode ser menos de 30 dias.

O recurso utilizando para diminuição das filas são provenientes do Programa de Recuperação Fiscal (Refis). O Governo de Criciúma recuperou mais de 4,2 milhões, que foram destinados à Saúde. “Nosso foco é diminuir o máximo a fila de espera. Este recurso veio da quitação de débitos que os contribuintes tinham com a prefeitura, e agora, estão sendo utilizados para atender a população nos exames e consultas com especialistas”, frisa o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

Humanização

Outro lado dos dados positivos, é que órgão municipal também está realizando um atendimento mais humanizado para todas as pessoas que procuram as Unidades Básicas de Saúde (UBSs). “Dentro do horário de atendimento da unidade, haverá um profissional de saúde capacitado para fazer o acolhimento, que poderá ser realizado no mesmo dia, ou com agendamento, conforme a classificação do acolhimento”, ressalta o secretário.

Dados de pacientes nas filas de espera em Criciúma:

Ortopedia:
Junho de 2019: 3.997 – 18 de novembro de 2019: 1.426

Neurologia:
Junho de 2019: 2.927 – 18 de novembro de 2019: 935

Otorrinolaringologia:
Junho de 2019: 2.263 – 18 de novembro de 2019: 1.508

Oftalmologia:
Junho de 2019: 7.081 – 18 de novembro de 2019: 0

Pequena Cirurgia:
Junho de 2019: 1.573 – 18 de novembro de 2019: 292

Dermatologia:
Junho de 2019: 2.596 – 18 de novembro de 2019: 0

Endocrinologia:
Junho de 2019: 1.893 – 18 de novembro de 2019: 812

Cardiologista:
Junho de 2019: 1.019 – 18 de novembro de 2019: 939

Exame de Colonoscopia:
Junho de 2019: 902 – 18 de novembro de 2019: 0

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email