Suspeita de crime ambiental no rio sangão será investigada pela Polícia Civil

A equipe do helicóptero SAER da Polícia Civil, com o apoio da FAMCRI e do Instituto Geral de Perícias (IGP), identificou uma suspeita de crime ambiental em Criciúma, na última quinta-feira, dia 3.

Durante voo no bairro Mina do Mato, os policiais civis constataram um possível despejo irregular de dejetos no Rio Sangão. Diante do fato, policiais civis, FAMCRI e o IGP foram até o local, confirmaram os despejos e coletaram amostras dos dejetos para verificar as substâncias e assim confirmar a suspeita de prática do crime ambiental.

Com os resultados laboratoriais será elaborado um relatório ambiental e um laudo pericial, além da empresa ser intimada a respeito. As investigações estão com a Polícia Civil de Criciúma.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email