Rede de Solidariedade busca concentrar informações de ofertas de ajuda e serviços

Com o avanço da pandemia de coronavírus na cidade, a recomendação das autoridades é para que todos fiquem em suas casas e evitem o contágio e a propagação da doença. O problema é ainda mais grave para os idosos, que estão no grupo de risco da Covid-19.

Para tentar contribuir com as pessoas que enfrentam dificuldades, seja em função da idade avançada ou por algum outro motivo, a equipe do site Bairros Criciúma lançou a Rede de Solidariedade, inspirada em iniciativas que surgiram nas redes sociais de pessoas que oferecem ajuda.

Em um espaço especial dentro de nosso site, estaremos atualizando as informações de pessoas ou empresas que estejam dispostas a prestar algum tipo de ajuda ao próximo. Quem precisa de suprimentos do supermercado ou até mesmo de medicamento poderá encontrar alguém que se disponha em ajudar ou preste um serviço.

Para divulgar a ajuda basta enviar uma mensagem para o whatsapp: (48) 99676-9836, lembramos que somente divulgaremos a prestação de ajudas voluntárias e de residentes de Criciúma. Também estaremos divulgando estabelecimentos comerciais que realizem seus serviços por tele-entrega e de serviços essenciais, como restaurantes e afins, supermercados e afins e farmácias.

Reforçamos que não temos nenhuma responsabilidade sobre qualquer negociação entre as partes, e que algumas regras de segurança devem ser respeitadas por quem buscar a ajuda, tais como:

  • Jamais compartilhe códigos de acesso, senhas ou dados pessoais com outras pessoas.
  • Certifique de que foi feita a verificação dupla do seu aplicativo do WhatsApp para garantir a segurança de seu dispositivo em contatos com pessoas desconhecidas.
  • Não deixe que nenhum estranho entre em sua residência, tanto por questão de segurança como por saúde também
  • Higienize todo e qualquer produto que seja entregue em sua casa, seguindo as orientações de prevenção.
  • Se perceber algum comportamento suspeito entre imediatamente em contato com as autoridades.

Desejamos desta forma contribuir neste momento tão delicado que enfrentamo, e que com a boa vontade de cada um de nós possamos nos fortalecer e vencer toda essa adversidade. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email