Liberado recurso de R$ 8 milhões pelo Estado para obras na cidade e avenida está interditada a partir de hoje

As melhorias no sistema de esgotamento sanitário levam mais saúde e qualidade de vida aos catarinenses. Em Criciúma, no Sul do Estado, o sistema de saneamento básico está sendo ampliado no Bairro São Luiz. Como o trabalho da Casan exige intervenções que muitas vezes danificam as ruas, o Governo do Estado irá repassar R$ 8 milhões ao município para a repavimentação asfáltica. Significa que além do tratamento de esgoto adequado, ao final do trabalho, a população receberá de volta as vias em boas condições para circulação.

“As obras de saneamento básico são essenciais, mas as intervenções provocam transtornos. Eles precisam ser corrigidos com rapidez para que a população não sofra. Uma ação complementa a outra”, destacou o governador Carlos Moisés.

O anúncio dos recursos para a repavimentação de ruas em Criciúma ocorreu na tarde de ontem, 2, em reunião com o prefeito Clésio Salvaro e a presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos, na Casa d’Agronômica.

“Ficamos muito felizes com esta ação do Estado para o município. A parceria e o diálogo são muito importantes para avançarmos com eficiência e qualidade”, agradeceu o prefeito.

A obra

Com investimento de quase R$ 16 milhões – financiados pela Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) – as obras de ampliação do esgotamento sanitário em Criciúma estão sendo realizadas no Bairro São Luiz. Os trabalhos estão 44% concluídos e elevarão o índice de cobertura de tratamento do esgoto para 45% no município.

“É uma obra grande, pela qual mais de 10 mil pessoas serão beneficiadas”, salientou a presidente da Casan

 Características da obra

Ligações domiciliares – 2.443 unidades

Rede coletora – 39.870 metros

Emissários – 1.993 metros

Estações Elevatórias de Esgoto – 1 unidade (vazão 50 L/s)

Estação de Tratamento de Esgoto – Ampliação da vazão em 45 L/s, passando a vazão final de tratamento para 135 L/s.

 Pauta da reunião

Além das obras de ampliação da rede de esgotamento sanitário, o prefeito Clésio Salvaro e vereadores de Criciúma também apresentaram ao governador Carlos Moisés demanda envolvendo o abastecimento de energia elétrica por cooperativas de eletrificação para parte de consumidores domésticos e industriais. As lideranças pedem que o modelo seja mantido no município. O chefe da Casa Civil, Amândio João da Silva Junior e o deputado Rodrigo Minotto também acompanharam a reunião.

Não há previsão para liberação da Avenida Santos Dumont

A Avenida Santos Dumont estará fechada a partir desta quarta-feira (3), desde o início da manhã, para a ampliação do sistema de drenagem pluvial. A interrupção se dará na altura da Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil, no cruzamento da avenida Santos Dumont com a Artur Bernardes, até as proximidades do Banco Bradesco (apenas referência), no bairro Pinheirinho. Não há previsão para o retorno da normalidade.

O trânsito que fluir no sentido Próspera – Pinheirinho, deverá seguir pelas ruas Artur Bernardes, Visconde de Cairú e Henrique Lage. Aqueles que irão no sentido Pinheirinho – Próspera, podem pegar as ruas Visconde de Cairú, Domênico Sônego, Artur Bernardes ou seguir em direção ao Centro de Criciúma.

O trânsito para aqueles que moram no bairro São Luiz ou da DIC em diante, até no cemitério, será diferente. Poderá ser pego as duas transversais, tanto pela rua Artur Bernardes, que segue para Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), ou à direita, fazendo as convergências e atravessando a Santos Dumont.

Aqueles que precisam trabalhar nas proximidades do bairro Milanese, terão acesso livre pela rua Visconde de Cairú, acessando a Raymundo Procópio Nunes e a sua paralela, rua Vaudríllio Manoel Serafim.

“Pedimos que os veículos não sejam estacionados em frente às placas, pois prejudica a visibilidade e põe outros condutores em risco. Solicitamos que a sinalização seja respeitada, bem como os operadores de trânsito. Quanto menos trânsito tiver nessa região, mais rápido voltará ao normal”, pediu o gerente de operações de Trânsito e Transporte, Paulo Borges.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email