Lâmpadas de LED proporcionam mais segurança e economia nas ruas da cidade

Quem trafega pelas principais vias de Criciúma pode perceber os benefícios proporcionados pelo novo sistema de iluminação pública implantado pela Administração Municipal. Instaladas em mais de 4,3 mil pontos, as lâmpadas de LED possibilitam uma melhora na visibilidade e garantem mais conforto e segurança aos moradores, além de gerar uma economia na taxa da Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip).

Dados da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana apontam que nos últimos meses, em 670 pontos de iluminação pública com lâmpadas de LED, a redução na conta da Cosip já chegou a 14%. “Esse percentual vai aumentar nos próximos meses.

A iluminação com luminárias de LED tem uma garantia de 10 anos e o consumo é menor do que o gerado por lâmpadas tradicionais. É um investimento significativo que tem uma durabilidade maior”, destaca o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

Estimativa de economia de 40%

A estimativa da Administração Municipal é alcançar uma economia de 40% com a modernização do sistema de iluminação pública de Criciúma. “A troca das lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED moderniza o sistema, melhora a segurança e reduz o consumo de energia, além de diminuir o custo da manutenção realizada no dia a dia”, analisa a secretária municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Kátia Smielevski.

Para contemplar mais de 200 ruas com novas luminárias, totalizando 94 quilômetros, o Governo de Criciúma investiu R$ 7,2 milhões. “Utilizamos 12 tipos de luminárias específicas para diversas vias, considerando a pavimentação e a largura. O custo da substituição varia, já que analisamos se é necessário trocar a parte elétrica e fazer outros serviços. O valor também inclui o transporte e a remoção das lâmpadas antigas”, explica a secretária.

Benefícios

De acordo com o proprietário da empresa responsável pela instalação das lâmpadas de LED em Criciúma, Akilson Mota Barbosa, em comparação com as lâmpadas tradicionais, as novas luminárias são 75% mais econômicas. “É um investimento que reduz o consumo de energia elétrica. Outra questão em relação as luminárias convencionais é que as lâmpadas de LED não possuem materiais danosos ao meio ambiente, não emitem radiação ultravioleta e não contêm mercúrio em sua composição”, conta.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email