Dúvidas sobre auxílio emergencial do governo federal são esclarecidas pela assistência social do município

Todos os equipamentos da Secretaria Municipal da Assistência Social e Habitação estão atendendo por telefone para tirar dúvidas sobre o Auxílio Emergencial de R$ 600, do Governo Federal. Aqueles que têm dificuldades para se cadastrar, podem ser atendidos no hall de entrada da Prefeitura de Criciúma, no Paço Municipal Marcos Rovaris, das 8h às 12h e das 13h às 17h. A população deve priorizar não sair de casa, para evitar o contágio com o coronavírus (Covid-19).

Dúvidas e orientações comuns como quem tem direito, link de acesso, dentre outras, devem ser tiradas por telefone, com os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de Criciúma. Só devem recorrer ao atendimento presencial, os casos extremos. “Cada vez mais esses acessos serão por meio digital. No entanto, a maioria da população em situação de vulnerabilidade social tem muita dificuldade em lidar com esse universo online e acessar os seus direitos. Nós, enquanto Assistência Social, temos que pensar formas e estratégias para que eles consigam esse acesso”, disse a secretária municipal da Assistência Social e Habitação de Criciúma, Patrícia Vedana Marques.

O benefício financeiro é destinado a autônomos e desempregados. As solicitações do auxílio devem ser feitas pelo site www.auxilio.caixa.gov.br ou pelo aplicativo Caixa | Auxílio Emergencial. Depois de efetuado o cadastramento, a pessoa pode acompanhar se vai receber pela própria plataforma. O valor será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família. Em casos que a mulher é a única responsável pelas despesas da casa, o valor será de R$ 1,2 mil.

Para ter direito ao benefício é preciso:

– Ser maior de 18 anos de idade
– Ser trabalhador autônomo com rendas informais
– Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família
– Renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00)
– Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70
– Exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI) ou ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico)
– Ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020

Telefones e territórios abrangentes para tirar dúvidas:

Cras Cristo Redentor
Telefone: (48) 3439-4259
Bairros: Ana Maria, Moradas do Sol, vila Natureza I e II, Jardim Maristela, Vida Nova e Cristo Redentor

Cras Renascer
Telefone: (48) 3439-7406
Bairros: São João, Primeira Linha/ Pontilhão, Renascer e Bosque do Repouso

Cras Próspera
Telefone: (48) 3445-8921
Bairros:  Brasília, Argentina/ Loteamento Bitencourt, Linha Anta, Santa Isabel, Linha Batista/ Loteamento Daniela, Linha Cabral, Buenos Airres/ Mosquiteiro, Nossa Senhora da Salete, Imigrantes, Vila Rica/ Loteamento Marli, Próspera e Ceará

Cras Tereza Cristina
Telefone: (48) 3445-8941
Bairros: Boa Vista, Jardim Angélica, Paraíso, Pinheirinho, Santa Augusta, Santo Antônio, São Francisco, Tereza Cristina, Floresta II, Imperatriz e Universitário

Cras Vila Miguel
Telefone: (48) 3478-5002
Bairros: Colonial, Vila Viscondi, Laranjinha, Vila Miguel, Rio Bonito, Metropol, Poço I, São José, Catarinense, Wosocris e São Marcos

Cras Santa Luzia
Telefone: (48) 3445-8940
Região I: Nova Esperança, Santa Luzia, Jardim União, Vila Manaus, Vila Progresso, São Sebastião/ Loteamento Elisa, São Defende, Montevideo, Mãe Luzia, Vila Belmiro, Santo André e Vila Vitória

Região II: Cidade Mineira Nova/ Cidade Mineira, Cidade Mineira Velha, Mina União, Vila Macarini e Loteamento Meller

Unidade Central
Telefone: (48) 3445-8912
Região São Luiz: Milanese, Fabio Silva, Anita Garibaldi, Morro Estevão/ Jardim Esteves, Loteamento Pedro Zanivan, Jardim das Paineiras, Quarta Linha/ Jardim Itália, Morro Albino, São Luiz, Michel, Recanto Verde, Santa Bárbara, Centro, Comerciário e São Cristovão

Região Rio Maina Baixo – Vila Zuleima: Vila Francesa, Floresta I, Vila Zuleima, Monte Castelo, Vila Isabel, Rio Maina, Liberdade, Mina do Toco, Coloninha Zilli, Naspolini, Operária Nova, Mina do Mato, Maria Ceu, Jardim das Acacias e Nossa Senhora do Carmo

Região São Simão: Lote 6, Mina Brasil, Pio Corrêa, Vera Cruz, São Simão, Santa Catarina e Cruzeiro do Sul

Região Sangão: São Roque, Verdinho, São Domingos, Sangão, Espigão da Pedra e Capão Bonito 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email