Vacina contra o sarampo é disponibilizada pela Unesc

Acadêmicos, funcionários e professores da Unesc e a comunidade em geral podem fazer a vacina contra o sarampo na própria Universidade. A Clínica Escola de Enfermagem, localizada nas Clínicas Integradas, está com todas as vacinas disponíveis pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e dá ênfase à Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, do Ministério da Saúde. As vacinas estarão disponíveis até o dia 13 de março, período da campanha.

Serão imunizadas, de forma seletiva, as pessoas de 6 meses a 49 anos de idade, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30. É necessário apresentar o cartão do SUS ou CPF e a carteira de vacinação (se a pessoa tiver). A vacina é contraindicada a gestantes.

A doença

O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina.

Os principais sintomas do sarampo são: febre acompanhada de tosse; irritação nos olhos; nariz escorrendo ou entupido; mal-estar intenso;

Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo.

Dados do Sarampo

Segundo o Ministério da Saúde, em 2019, 526 municípios brasileiros registraram 18.203 casos confirmados e 15 mortes pela doneça, sendo 14 no estado de São Paulo e 1 em Pernambuco.

O estado de São Paulo registrou o maior número de casos (16.090) seguido por Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco, Santa Catarina, Minas Gerais e Pará.

Atualmente, nove estados mantêm transmissão ativa do vírus do sarampo, sendo que, em 2020, cinco estados já confirmaram casos: São Paulo (77 casos), Rio de Janeiro (73), Paraná (27), Santa Catarina (22) e Pernambuco (3).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email