Saúde Mental: conheça um pouco mais sobre a campanha Janeiro Branco

Pouco conhecido ainda pela sociedade, o Janeiro Branco é uma campanha que vem ganhando cada vez mais espaço e visa discutir acerca da importância de cuidarmos da saúde mental.

Embora o tema ainda seja um tabu para muitas pessoas, a verdade é que o número crescente de indivíduos com doenças mentais dos mais variados tipos, levanta um alerta para esta discussão.

Para entendermos mais sobre este assunto, te convidamos a conferir um guia sobre saúde mental.

O que é uma doença mental?

Antes de mais nada, é importante esclarecer que a doença mental (termo utilizado para se referir à transtornos mentais ou distúrbios psíquicos), é uma condição que afeta o estado emocional do indivíduo e sua vida em geral.

Ainda sobre esta definição, tais distúrbios psíquicos ocasionam mudanças na forma de pensar e agir, por isso é válido conhecer mais sobre o tema e compreender sobre suas abordagens.

Devo me consultar com um terapeuta?

blank

Diferente do que muitos pensam, o terapeuta tem a missão de auxiliar o indivíduo nesta “luta” contra determinadas doenças e transtornos.

Quando falamos de saúde mental em específico, o acompanhamento por este profissional se faz de total importância, uma vez que sem o tratamento adequado, a doença/transtorno tende a se desenvolver, podendo passar à esfera física.

Embora a busca por um profissional psicólogo ainda seja um tabu por uma grande parcela da sociedade, é importante desmistificar esta prática e ter a consciência de que somente através deste auxílio é possível construir uma saúde emocional estável.

Há cura para transtornos mentais?

Sobre esta pergunta, a verdade é que varia de acordo com o tipo de doença/transtorno.

Para algumas há cura e em outras tratamento específico para controlá-las, por isso é importante buscar o auxílio de um profissional especializado.

Gatilhos Emocionais

Se você já pesquisou sobre saúde mental, em algum momento deve ter se deparado com o termo “gatilho”.

Na psicologia, gatilhos são situações-chave para o desencadeamento ou retorno de transtornos mentais. De uma maneira geral, isso quer dizer que determinados fatos são culminantes para que uma pessoa desenvolva ou volte a ter tais problemas.

De acordo com o Ministério da Saúde, os gatilhos emocionais não possuem idade e podem aparecer em situações diversas, tais como:

Entrada na escola (início dos estudos);
Conflitos familiares;
Dificuldade financeiras;
Menopausa;
Envelhecimento

A lista completa pode ser conferida em saude.gov.br/saude-de-a-z/saude-mental.

Política Nacional de Saúde Mental

Criado pelo Governo Federal, a Política Nacional de Saúde Mental consiste em diversos programas e iniciativas para auxílio de pessoas com transtornos mentais.

Estas ações, presentes em todo o Brasil, se estendem às pessoas com transtornos mentais do tipo: depressão, bipolaridade, ansiedade, esquizofrenia, entre outros.

Dentre os variados programas de atuação, está o Centro de Valorização à Vida (CVV), que conta com “atendimentos” gratuitos via telefone, chat e site, prestando suporte emocional e ações de prevenção ao suicídio.

Em linhas gerais, é importante ter em mente que embora em determinadas vezes a situação a qual esteja vivendo pareça difícil, a verdade é que existe um amplo grupo de pessoas e profissionais dispostos a auxiliá-lo nesta jornada.

Se informe sobre o Janeiro Branco e outros movimentos em prol da saúde.

Precisa de auxílio e/ou orientação? Busque por um profissional!

Autor: Jean Mota
Psicanalista Clínico e Hipnoterapeuta

• Endereço: Criciúma, Centro – Santa Catarina.
• Telefone/ WhatsApp: (48) 9.9807-7728.
• Facebook: Jean Mota e Café com Boas Notícias
• Instagram: @cafecomboasnotícias

blank

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email