Previsão de frio intenso neste fim de semana exige maior cuidado com a saúde

As temperaturas voltaram a cair em todas as regiões de Santa Catarina já nesta sexta-feira, 2. Uma massa de ar polar passa pelo estado, trazendo o frio e possibilidade de neve entre o Planalto Sul e parte do Meio Oeste. Existe previsão de chuvas na noite desta sexta e madrugada de sábado, porém de fraca intensidade e mal distribuídas.

De acordo com a meteorologista Marilene de Lima, da Epagri/Ciram, as temperaturas entram em declínio acentuado nesta sexta, com a mínima registrada à noite, podendo ficar abaixo de 0°C em algumas regiões e já com possibilidade de neve. No fim de semana, a mínima pode chegar a -9°C em Urupema e -5°C em São Joaquim. Nas áreas altas do Oeste, Meio Oeste, Planalto Norte e Alto Vale do Itajaí, a temperatura mínima fica entre -3°C e -5°C.

Conforme a previsão, o sábado já amanhece com geada ampla nas áreas mais altas de Santa Catarina. No litoral, as temperaturas permanecem entre 3°C e 7°C no fim de semana, com tempo mais nebuloso no sábado e firme no domingo.

Defesa Civil em alerta 

A Defesa Civil de Santa Catarina emite alertas em casos de frio extremo e orienta a população a tomar medidas de proteção nestes casos. Além disso, orienta e atua em parceria com os municípios recomendando atenção especial com a população mais vulnerável, a exemplo de crianças, idosos ou pessoas em situação de rua. Este ano, vários abrigos foram abertos em diversos pontos do Estado e diversas ações realizadas. 

O monitoramento meteorológico da Defesa Civil é realizado 24 horas por dia. Todas as informações, avisos e alertas estão disponíveis no site, redes sociais e mensagens de texto SMS.

Para receber notificações de emergência em seu celular basta cadastrar o Código de Endereçamento Postal (CEP) do local onde mora ou do local que deseja ser monitorado. Envie uma mensagem de texto SMS, do seu celular,  com o CEP para o número 40199. Quem já possui cadastro não precisa se registrar novamente. Para incluir um novo endereço basta repetir o procedimento. O serviço é gratuito.

Cuidados com a saúde

Com o retorno do frio, muitas doenças respiratórias são comuns, por conta dos ambientes fechados e da grande aglomeração de pessoas no mesmo espaço. Nesse sentido, trazemos algumas orientações para evitar a propagação dessas doenças e para que você e sua família enfrentem esse período de baixas temperaturas.

Para explicar melhor sobre o assunto, a infectologista e referência técnica de doenças respiratórias, Mylene Murad, apresenta algumas orientações para cuidar da saúde nesta época do ano:

– Quais doenças respiratórias são mais comuns no inverno? 
São vários tipos de doenças virais e bacterianas. O vírus da Influenza, que pode ser evitado com a vacinação, é bastante comum. A meningite, embora não seja uma doença respiratória, é transmitida pelas vias aéreas e deve ser evitada. Além disso, outros vírus respiratórios são propagados nesta época e podem causar resfriado. 

– Quais são os sintomas mais comuns da gripe? 
Febre, dor no corpo, coriza, dor de cabeça, tosse, mal estar e dor na garganta. Em alguns casos, pode evoluir para dificuldade de respirar.

– O que deve ser feito para evitar essas doenças? 
Manter sempre os ambientes abertos, com circulação de ar; evitar aglomeração de pessoas, como ônibus lotado; higienizar frequentemente as mãos, uma boa opção é carregar o álcool em gel no dia a dia; evitar colocar as mãos na boca, nos olhos ou no nariz, por serem vias de fácil contaminação; na hora de espirrar ou tossir, é importante proteger com o antebraço, para não contaminar as mãos.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Governo de Santa Catarina e da Prefeitura de Vila Velha/ES

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email