Matriz de Risco: quatro regiões apontam estado grave e 12 no gravíssimo

A Matriz de Risco Potencial divulgada no último sábado, 24, pelo Governo de Santa Catarina e Secretaria de Estado da Saúde (SES) aponta que houve uma melhoria de classificação em quatro das 16 regiões avaliadas.

Grande Florianópolis, Laguna, Médio Vale do Itajaí e Oeste foram reclassificados para o nível grave (cor laranja). A última matriz, divulgada no dia 17, apontava todas as regiões com risco gravíssimo (cor vermelha).

blank

Apesar da melhoria na classificação, o índice de capacidade de atenção, que mede a ocupação de leitos de UTI, segue em níveis de alerta máximo em todas as 16 regiões. Todas as regiões foram classificadas em nível gravíssimo.

Já a transmissibilidade alcançou o nível grave (laranja) em todas as regiões. Ainda no índice monitoramento a Grande Florianópolis conseguiu alcançar o nível alto (cor amarela).

Seja um Leitor Parceiro!

Em uma época em que a facilidade ao acesso de informação acaba multiplicando a desinformação, e para piorar em meio a uma pandemia, o site Bairros Criciúma reforça o compromisso com o jornalismo sério, profissional e de qualidade. Nossa equipe se dedica diariamente na difusão de informação responsável e que você pode confiar.

Para que possamos melhorar cada vez mais e juntos possamos ter um jornalismo sério e o compromisso com a informação de qualidade, contamos também com a contribuição espontânea de nossos leitores!
Para contribuir basta fazer um Pix de qualquer valor para a chave: [email protected]

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email