Governo lança caderneta para pessoas com doenças raras

A partir de agora, os 13 milhões de brasileiros que vivem com doenças raras terão a Caderneta do Raro. Será um documento único, que vai reunir informações sobre a história do tratamento. Entre elas, o primeiro atendimento, o diagnóstico e o registro de serviços médicos, de educação, social e de assistência multidisciplinar.

O lançamento da Caderneta do Raro foi feita, nessa quinta-feira (3), pelo presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto. No evento, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga, afirmou que, recentemente, os direitos das pessoas com doenças raras têm sido ampliados.

Publicidade
blank

A presidente do conselho do Programa Pátria Voluntária e primeira-dama, Michelle Bolsonaro, acrescentou que as famílias que convivem com doenças raras também têm novos direitos previdenciários.

Publicidade

Mais de 300 milhões de pessoas no mundo vivem com alguma doença rara. A estimativa é que existam de 6 mil a 8 mil doenças desse tipo.

Fonte: Agência Brasil

Seja um Leitor Parceiro!

Em uma época em que a facilidade ao acesso de informação acaba multiplicando a desinformação, e para piorar em meio a uma pandemia, o site Bairros Criciúma reforça o compromisso com o jornalismo sério, profissional e de qualidade. Nossa equipe se dedica diariamente na difusão de informação responsável e que você pode confiar.

Para que possamos melhorar cada vez mais e juntos possamos ter um jornalismo sério e o compromisso com a informação de qualidade, contamos também com a contribuição espontânea de nossos leitores!
Para contribuir basta fazer um Pix de qualquer valor para a chave: [email protected]

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email