Governo do Estado confirma dois casos de coronavírus e cria Centro de Operações de Emergência em Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde confirmou na tarde desta quinta-feira, 12, em coletiva de imprensa, os primeiros dois casos de coronavírus em Santa Catarina.

Para fortalecer as ações de prevenção e contingenciamento da doença, o Governo do Estado instituiu um Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) e também publicou um decreto que estabelece medidas emergenciais para conter o avanço do COVID-19.

Em roteiro pelo Extremo-Oeste catarinense, o governador Carlos Moisés destacou o esforço do governo estadual em combater a disseminação do coronavírus. Ele ressalta que, a partir da confirmação dos dois primeiros casos em Santa Catarina, diferentes órgãos da administração pública passarão a atuar de maneira conjunta no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd), na sede da Defesa Civil. “Vamos articular ações, interiorizar materiais e proteção”, disse o governador. Ainda segundo Carlos Moisés, a população precisa passar a tomar cuidados, como evitar aglomerações, pelo menos temporariamente.

Os dois pacientes que foram confirmados com o COVID-19 são uma mulher e um homem que tiveram contágio na Europa e nos Estados Unidos e estão em Florianópolis. O secretário da Saúde, Helton de Souza Zeferino, afirmou que os pacientes foram orientados sobre o que fazer estando em isolamento domiciliar. “Estes dois casos foram importados, ou seja, contraídos fora do Estado. Estamos monitorando e tomando todas as medidas necessárias para reforçar os trabalhos de prevenção, não há motivo para pânico”, afirma. Com a confirmação, a Secretaria de Saúde vai executar protocolo de informação e monitoramento de todos que tiveram contato com eles. 

Trabalho integrado e reforço nas ações 

O Governo do Estado instalou nesta quinta-feira, 12, um Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) para enfrentamento do coronavírus. O grupo de trabalho ficará sediado no Cigerd e tem o objetivo de monitorar a evolução dos casos suspeitos no Estado e preparar a rede estadual para atender possíveis pacientes.

O governador Carlos Moisés também editou decreto que estabelece medidas de emergência para conter o avanço da doença. “Estamos atentos à evolução dos casos e preparados para o enfrentamento. Não há motivo para pânico. Essas medidas irão reforçar o trabalho que já vem sendo feito, de informação e conscientização para que a população colabore com as medidas de prevenção à doença”, afirma o governador. 

O decreto publicado nesta quinta-feira no Diário Oficial do Estado institui uma série de medidas na administração pública e prevê desde a possibilidade de isolamento e quarentena de pacientes até a contratação emergencial de bens e serviços, além da disposição de leitos e atendimento na rede privada, conforme a evolução do coronavírus no Estado.

O governador Carlos Moisés convocou uma reunião do Grupo Estadual de Ações Coordenadas (GRAC) para apoio à Secretaria de Estado da Saúde (SES), no sábado às 9h. A Defesa Civil de Santa Catarina, através do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD), fez o chamamento das secretarias para atuar de forma integrada no combate e controle do vírus COVID 19.

Com base na Lei n° 15.953, de 07 de janeiro de 2013, que criou o Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil (SIEPDEC), o Centro Integrado de Operações (CIOP), localizado no CIGERD, será ativado. Todas estruturas do Governo do Estado vão trabalhar de forma conjunta nos trabalhos de prevenção e mitigação de impactos à população.

Casos suspeitos

O Estado tem 67 casos suspeitos da doença, 2 confirmados e 32 já foram descartados. Os municípios onde os casos estão sendo monitorados são: Florianópolis, Joinville, São Bento do Sul, São José, Porto Belo, Balneário Camboriú, Tijucas, Nova Trento, Jaraguá do Sul, São João Batista, Brusque, Criciúma, Blumenau, Itajaí, Pouso Redondo, Balneário Piçarras, Benedito Novo, Itapema, Concórdia, Lages, Mafra e Videira. 

As informações são atualizadas na Plataforma IVIS do Ministério da Saúde, fonte oficial e responsável pela compilação dos casos suspeitos no país. As atualizações podem ser conferidas no site www.saude.sc.gov.br/coronavirus.

Atenção especial nos presídios

O Conselho Nacional dos Secretários de Estado de Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária e o Departamento Penitenciário Nacional emitiram uma nota, nesta quarta-feira, 12, sobre os cuidados com a população carcerária diante do novo coronavírus.

A nota recomenda que os estados adotem medidas de prevenção e de higiene para evitar a propagação do Covid-19, já que o sistema penitenciário tem grande concentração de pessoas, cenário ideal para a transmissão do vírus. A nota pede ainda controle de visitantes e se necessário o isolamento do preso. Também é recomendado que o presidiários e servidores do sistema penitenciário façam parte do primeiro grupo a receber a vacina da gripe.

Sintomas

O Novo Coronavírus, chamado de novo coronavírus – nCoV-2019, foi descoberto no fim de dezembro de 2019 após ter casos registrados na China. 

Os sintomas mais comuns entre os pacientes hospitalizados foram febre, tosse e falta de ar. Dores musculares e de cabeça, bem como confusão mental, irritação na garganta e desconforto no peito também foram observados.

Medidas de Prevenção

  • Lavar as mãos com água e sabão com frequência;
  • Evitar tocar os olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes;
  • Ficar em casa quando estiver doente;
  • Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência;

O consumo de produtos de origem animal crua ou mal cozida deve ser evitado. Carne crua, leite ou órgãos de animais devem ser manuseados com cuidado, para evitar a contaminação cruzada com alimentos não cozidos, conforme boas práticas de segurança alimentar.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email