Decreto sobre desobrigatoriedade do uso de máscaras em Santa Catarina foi publicado

O Governo de Santa Catarina publicou decreto que traz novas regras em relação ao uso de máscaras no estado. Na prática, o que era obrigatório se torna uma recomendação de saúde pública. A liberação reflete as decisões de gestão que foram tomadas desde o início de março de 2020 e que permitiram um cenário epidemiológico estável.

Sempre na vanguarda das ações, o Estado foi um dos primeiros a decretar medidas de prevenção ao Coronavírus, qualificou as estruturas hospitalares, aumentou o número de leitos de UTI para mais de 1.100 no auge da contaminação e ofereceu treinamento para os profissionais de saúde. Santa Catarina ainda mantém índices de vacinação acima dos 82% de esquema primário completo (duas doses ou dose única) e possui a menor taxa de letalidade do Brasil, 1,31%.

Publicidade
blank

“Está chegando o dia de transformar normas e obrigações em recomendações, incluindo uso de máscaras, que não será mais obrigatório. Nossos números nos dão segurança para voltar à normalidade em sociedade e família. Cuidamos de vidas.” avisou o governador Carlos Moisés.

Publicidade

“Vamos fechar agora dois anos de pandemia. O cenário de março deste ano é muito diferente comparado ao ano passado porque temos vacina. Casos, óbitos e internações diminuíram muito. E nós temos que dar um passo à frente. Não há mais que se fazer obrigatoriedade da máscara, por decreto ou lei, mas continuamos recomendando firmemente em ambientes fechados e aglomerações.”, afirmou o secretário da Saúde, André Motta Ribeiro.

A partir do novo decreto, o uso de máscaras não é mais obrigatório por força de lei no âmbito do estado de Santa Catarina. No entanto, cada município pode estabelecer regras mais rígidas conforme a realidade local, além da prerrogativa de cada estabelecimento. Nos hospitais e centros de saúde, conforme regulamentação da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária, o uso de máscaras permanece como sendo altamente recomendado e deve ser estimulado, devido ao risco que esses ambientes tem para a transmissão de doenças.

A Vacinação

Até semana passada, Santa Catarina aplicou 13.648.686 doses. A cobertura da população vacinável com o esquema primário completo já ultrapassou 82%, segundo dados do vacinômetro de Santa Catarina e do Ministério da Saúde.

Publicidade

Desde janeiro de 2021, por consequência, as vacinas vêm sendo recebidas pelo Estado e distribuídas às 17 Unidades Descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVES) de Santa Catarina em até 24 horas, as quais armazenam as doses. 

Quer saber mais?

Todas as informações relacionadas a pandemia podem ser encontradas no site https://www.coronavirus.sc.gov.br/, que é considerada uma das plataformas mais respeitadas e transparentes do país. No site, o cidadão pode encontrar informações sobre investimentos, PHC, leitos, vacinação e boletins sobre a situação epidemiológica no em Santa Catarina.

Seja um Leitor Parceiro!

Em uma época em que a facilidade ao acesso de informação acaba multiplicando a desinformação, e para piorar em meio a uma pandemia, o site Bairros Criciúma reforça o compromisso com o jornalismo sério, profissional e de qualidade. Nossa equipe se dedica diariamente na difusão de informação responsável e que você pode confiar.

Para que possamos melhorar cada vez mais e juntos possamos ter um jornalismo sério e o compromisso com a informação de qualidade, contamos também com a contribuição espontânea de nossos leitores!
Para contribuir basta fazer um Pix de qualquer valor para a chave: [email protected]

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email