Campanha Maio Amarelo será digital e vai focar nos profissionais de serviços essenciais

Para evitar aglomerações de pessoas durante a pandemia da covid-19, a campanha Maio Amarelo, para prevenção de acidentes de trânsito, teve que ser modificada. A iniciativa, coordenada pelo Ministério da Infraestrutura, tem como tema “Perceba o risco. Proteja a vida”. Suas principais atividades vão ocorrer pela internet.

O foco deste ano é nos profissionais que trabalham na crise sanitária, como médicos, enfermeiros, caminhoneiros, entregadores e outros. A ideia e garantir a saúde e segurança dessas pessoas, por meio de mensagens nas redes sociais do Denatran, Ministérios da Saúde, Cidadania, OPAS, Organização Pan-Americana de Saúde, Associação Brasileira de Medicina de Tráfego e outras instituições.

Fora do mundo virtual, haverá iluminação de amarelo em vários prédios da capital do país e na Esplanada dos Ministérios. As crianças de todo o Brasil poderão se divertir com o aplicativo Maio Amarelo Kids, do Observatório Nacional de Segurança Viária, que está disponível nas lojas virtuais para crianças de 7 a 14 anos. O jogo digital é de graça.

O Maio Amarelo deste ano também vai estimular a doação de sangue, mas o ato será controlado para evitar aglomerações. Aqui no Distrito Federal, por exemplo, o interessado precisa fazer o agendamento individual na Fundação Hemocentro de Brasília, pelo telefone 160, de segunda a sábado, em horário comercial.

A previsão é que em setembro ocorram as atividades presenciais da campanha Maio Amarelo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email