Pesquisa sobre acesso à internet é feita com alunos e professores da rede municipal de ensino

Os 1,3 mil professores e os 20 mil alunos da rede municipal de ensino de Criciúma estão respondendo uma pesquisa sobre o acesso à internet. Estabelecido pela Secretaria Municipal de Educação, o formulário faz parte das ações desenvolvidas para dar início às aulas remotas no município.

O questionário se refere a quais ferramentas tecnológicas os dois grupos têm acesso. O prazo para os professores responderem às perguntas é até esta segunda-feira (20). A pesquisa pode ser acessada por meio do link: https://n8qhg.app.goo.gl/WtcW.

Até o momento, dos 1,3 mil professores da rede municipal ensino, 800 já participaram do questionário. Dos 20 mil alunos, apenas 5 mil responderam ao questionário, sendo que 100 não têm acesso à internet. Os pais ou responsáveis pelos estudantes têm até sexta-feira (24) para responder as perguntas.

“É a partir desta pesquisa que vamos conseguir direcionar e planejar as metodologias para as atividades das aulas remotas. Por isso, a importância de todos os professores e alunos responderem ao questionário”, explanou a secretária municipal de Educação, Cristiane Uliana Fretta. Os estudantes que não tiverem acesso às plataformas digitais, os pais buscarão as mesmas atividades de forma impressa.

Mais ações

Outra iniciativa da Secretaria Municipal de Educação é a formação dos professores e gestores das unidades escolares para aprender a utilizar a ferramenta Google Classroom. A ferramenta será usada nas aulas remotas. A capacitação ocorrerá nesta quarta-feira (22).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email