Municipalização de escolas proporciona novas possibilidades para a Educação na cidade

Desde 2019, o Governo de Criciúma municipalizou três escolas estaduais. A primeira unidade foi a Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental (EMEIEF) Luiz Lazzarin, no bairro Vila Isabel. Atualmente, a escola atende 596 alunos. Já este ano, a Prefeitura de Criciúma municipalizou a Escola Marechal Rondon e a Maria José Hülse Peixoto, que hoje se transformou na nova sede da EMEIEF Professor Francisco Skrabski.

“Estas escolas ganharam vida novamente. Foi uma união de forças para esses projetos darem certo. A Luiz Lazzarin se tornou uma das maiores escolas do município. E nosso trabalho é deixar essas unidades ainda melhores e com mais qualidade para transformar a vida desses alunos e profissionais”, ressaltou o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

A unidade da Vila Isabel recebeu a troca da cobertura, pisos, esquadrias, instalações elétricas, pintura, revitalização da fachada, construção de muros e banheiros, instalação de parque infantil escolar, entre outras melhorias. Os alunos também receberão ginásio de esportes de 1.066,99 m².

“A escola foi municipalizada em 2019. As obras visaram oferecer uma melhor infraestrutura e um ambiente adequado. A Luiz Lazzarin foi a primeira escola a ser municipalizada e estamos realizando uma educação com excelência”, explicou a secretária municipal de Educação, Cristiane Uliana Fretta.

Municipalizadas em 2020

A Marechal Rondon e a Maria José Hülse Peixoto, que hoje é a nova sede da EMEIEF Professor Francisco Skrabski, foram passadas à Administração Municipal neste ano. No começo do ano, as duas unidades passaram por melhorias. As duas unidades atendem 783 alunos e possui 82 profissionais.

A escola Marechal Rondon teve obras na parte administrativa, no pátio, cozinha, ampliação dos banheiros e também da fachada da unidade escolar.  Ao final das obras, o investimento será de R$ 1 milhão.

Os alunos da EMEIEF Jovito Tiago Álvaro de Campos, do bairro Lote Seis, passaram a frequentar a nova escola municipal. A nova sede da EMEIEF Francisco Skrabski foi contemplada com melhorias no parque infantil, pintura, mobília nova, reforma da cozinha, colocação de pisos na área externa e criação de um estacionamento no terreno ao lado.

Cemja

A educação de jovens e adultos terá uma sede própria no município. Os estudantes poderão ser atendidos em dois períodos no CEMJA Maria Santiago Ferreira, antigo Proeja, no matutino e noturno. O novo espaço será na antiga estrutura da EMEIEF Professor Francisco Skrabski. O programa também contará com um ginásio de esportes para atividades recreativas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email