Mina de Visitação Octávio Fontana recebe estudantes de Projeto da Prefeitura

Ponto turístico que relembra parte da história de Criciúma, a Mina de Visitação Octávio Fontana será palco para aulas educativas sobre o carvão mineral. A Administração Municipal, através da Secretaria de Educação, em parceria com a Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina (Satc), contemplará os estudantes do 4º ano das 68 escolas da rede municipal de ensino de Criciúma com visitas orientadas à mina. A iniciativa iniciou na manhã desta sexta-feira (24) e integra o projeto ‘Carvão Mineral, Fonte de Transformação Sustentável’.

O pontapé inicial do projeto beneficiou mais de 25 alunos da Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental (EMEIEF) Iria Zandomênego de Luca, localizada no bairro Archimedes Naspolini, e da EMEIEF Fortunato Brasil Naspolini, situada no bairro Mina do Toco. “Essa é uma proposta que vai contribuir de forma significativa para estimular o aprendizado dos alunos. Com a visita à mina, eles vão entender por que Criciúma é chamada de Capital Brasileira do Carvão e como começou a história do carvão mineral na região carbonífera. É uma visita que os alunos vão lembrar para o resto da vida”, destaca a secretária municipal de Educação, Roseli de Lucca.

Os estudantes, além de conhecer o interior da mina e passear em uma mini locomotiva, modelo réplica de 1922, acabam prestigiando uma aula sobre a utilização e os benefícios do carvão mineral. Os alunos também são contemplados com um jornal que demonstra a história do carvão mineral e conta com exercícios educativos. “O projeto é importante para os alunos, pois eles acabam conhecendo a origem do carvão mineral e a relação do minério com o município de Criciúma”, conta o coordenador da Mina de Visitação e professor da Satc, Eduardo Just. O profissional coordena o projeto ao lado da coordenadora da Escola de Talentos da Satc, Jucéle Martins.

Conforme Just, em dias ensolarados, os estudantes também podem conhecer a Trilha Ecológica do Mineiro, implantada pela Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri) em 2017. A trilha, localizada nas proximidades na Mina de Visitação, possui aproximadamente 250 metros. “O carvão transformou a vida de muitas famílias no âmbito econômico e social. Esse projeto é muito valioso para conhecer um pouco da história de Criciúma e entender o minério que contribuiu para o crescimento do nosso município”, analisa a coordenadora geral do Colégio Satc, Izes Machado Beloli.

Mina de Visitação Octávio Fontana

Inaugurada no dia 28 de outubro de 2011, a Mina de Visitação Octávio Fontana é a quarta mina de carvão aberta à visitação no mundo e a única na América Latina. Antiga Mina São Simão, que obteve as atividades de exploração do carvão mineral encerradas na década de 90, a Mina de Visitação é administrada pela Satc e está situada na rua Quintino Dal Pont, no bairro Archimedes Naspolini.

O ingresso para visitar a mina custa R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia-entrada), e pode ser adquirido no local. A Mina de Visitação funciona nas terças-feiras, das 14h às 18h, e de quarta-feira a domingo, das 9h às 12h e das 13h às 18h. Horários de visitas para grupos devem ser agendados através do telefone (48) 3445-8734.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email