Famílias de baixa renda da cidade serão beneficiadas por projeto da Celesc

O Projeto Sou Legal, Tô Ligado, que substitui eletrodomésticos como chuveiros, lâmpadas e refrigeradores antigos e que consomem mais energia, por aparelhos mais novos e econômicos, também começou a atender famílias de baixa renda de Criciúma.

Por meio da ação, serão investidos cerca de R$ 1 milhão para atender mil consumidores, com esse perfil, na cidade. Ao todo, serão destinados aproximadamente R$ 8,7 milhões no desenvolvimento da etapa Sul do Projeto, que deve ocorrer até fevereiro de 2021 e beneficiar clientes dos seguintes municípios (além de Criciúma):

Laguna: Primeira cidade da região a ser atendida pelo Projeto, que beneficiou quase 1,3 mil famílias.

Tubarão: Projeto em andamento e com previsão de atender 2 mil famílias com a instalação de 2 mil chuveiros com trocadores de calor (substituindo os antigos e menos eficientes), 8,3 mil lâmpadas LED (mais econômicas), e, em alguns casos, a substituição de aproximadamente 200 refrigeradores antigos por modelos com Selo Procel, que autentica o consumo eficiente de energia elétrica dos aparelhos.

Pescaria Brava, Imaruí e Capivari de Baixo: Onde serão substituídos cerca de 1,8 mil chuveiros com trocadores de calor e 7,5 mil lâmpadas comuns por modelos de LED, beneficiando mais de 1,9 mil consumidores.

Araranguá e Sombrio: Beneficiando cerca de 1 mil famílias em cada município, com a substituição de aproximadamente 2 mil chuveiros com trocadores de calor e de 4 mil lâmpadas LED.

“Os valores aplicados podem variar de acordo com as condições técnicas e necessidade da população de cada cidade, já que o objetivo é atender o máximo de pessoas possíveis”, explica o gerente do projeto, Bruno Clasen. Segundo ele, a troca dos equipamentos é estabelecida por critérios, a partir do diagnóstico realizado em visita técnica ao consumidor. O equipamento antigo deve ter mais de cinco anos de uso, por exemplo.

“As áreas de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) e de Eficiência Energética da Celesc empreendem diversos projetos inovadores que incentivam fontes alternativas de energia elétrica, geram impacto positivo ao meio ambiente e representam economia e qualidade para o consumidor”, diz o presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins. Ele conta que a previsão é de que até meados de 2021, sejam aplicados R$ 21,3 milhões no Projeto para beneficiar 14 mil famílias, que vivem em 40 municípios do estado.

“Nossa expectativa é gerar uma economia aproximada de 4 GWh no consumo de energia elétrica em um ano, o equivalente ao consumo médio de 20 mil unidades residenciais durante um mês em Santa Catarina”, afirma. Ele conta, ainda, que os chuveiros, as lâmpadas e os refrigeradores recolhidos das residências serão descartados de forma ecologicamente correta, por empresa especializada, apta e autorizada pelos órgãos governamentais. “A empresa será responsável pela coleta, o transporte, a descontaminação e a reciclagem dos materiais”, finaliza.

Sobre o projeto “Sou Legal, Tô Ligado”

O Projeto Sou Legal, Tô Ligado, realizado desde 2009, está em sua 3ª edição e atende cerca de 14 mil famílias em 40 municípios na área de concessão da Celesc. Por meio dele, a Celesc divulga, em parceria com o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e com as prefeituras municipais, informações sobre o uso racional e seguro de energia entre os municípios contemplados.

Confira como participar 

Para participar, o consumidor precisa atender a critérios técnicos definidos pela Celesc e ser morador de uma das comunidades de baixa renda, identificadas pelo Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e estar em dia com o pagamento das faturas de energia.

Os municípios e participantes são selecionados após avaliação de necessidade técnica e econômica, realizada por técnicos da distribuidora, preferencialmente em locais não contemplados nas edições anteriores. E, sempre que possível, em parceria com o CRAS e as prefeituras de cada município.

Para quem se inclui nos critérios é necessário procurar um dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), da Fundação Municipal de Desenvolvimento Social, ou realizar agendamento pelo WhatsApp (51) 99325-7938, no período de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h, e das 13h às 18h, e aos sábados, das 8h às 12h. Neste caso, é necessário o envio de foto da conta de energia e da fachada da casa.

Seja um Leitor Parceiro!

Em uma época em que a facilidade ao acesso de informação acaba multiplicando a desinformação, e para piorar em meio a uma pandemia, o site Bairros Criciúma reforça o compromisso com o jornalismo sério, profissional e de qualidade. Nossa equipe se dedica diariamente na difusão de informação responsável e que você pode confiar.

Para que possamos melhorar cada vez mais e juntos possamos ter um jornalismo sério e o compromisso com a informação de qualidade, contamos também com a contribuição espontânea de nossos leitores!
Para contribuir basta fazer um Pix de qualquer valor para a chave: [email protected]

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email