Chuva abaixo e temperatura acima da média na região entre novembro e janeiro

Os meses de novembro, dezembro e janeiro devem ter chuva abaixo da média em Santa Catarina, distribuídas de forma irregular no tempo e no espaço. A previsão climática indica a ocorrência de dias consecutivos sem chuva. Em novembro a chuva pode ser ainda mais escassa. O cenário é reflexo da atuação do fenômeno La Niña.

A temperatura deve ficar acima da média climatológica. Em novembro e dezembro, as massas de ar quente atuarão com mais frequência e serão cada vez mais duradouras. Mas, ainda podem ocorrer episódios isolados, com temperatura mais baixa na madrugada e amanhecer, com geada fraca nas áreas altas do Planalto Sul. Nevoeiros associados à nebulosidade baixa, com redução de visibilidade são característicos da primavera.

La Niña

O La Niña está configurado. Nos meses de setembro e outubro as águas no Pacífico Equatorial apresentaram ampla área de resfriamento, com anomalia de -1,0°C a -1,5°C. Nos próximos meses o fenômeno persiste,com intensidade moderada a forte, estendendo-se até o primeiro semestre de 2021.

Apesar da previsão de pouca chuva, os meteorologistas lembram que na primavera aumenta a incidência de temporais com granizo e ventania em SC, por vezes com acumulados significativos de chuva em curto intervalo de tempo. Por isso, recomendam o acompanhamento diário dos boletins e informações disponibilizados no site e redes sociais da Epagri/Ciram.

Em Santa Catarina é normal a diminuição da chuva em novembro em relação a novembro, com média mensal variando de 130 a 180mm no Estado. A segunda quinzena de dezembro é mais chuvosa em relação à primeira, se concentrando especialmente no período da tarde e noite, em forma de pancadas passageiras, típicas de verão. A média mensal em dezembro e janeiro varia de 140 a 200mm no Estado.

Os episódios de precipitação no trimestre normalmente ocorrem associados à passagem de frentes frias pelo litoral e influência dos Sistemas Convectivos de Mesoescala (SCM), que provocam chuvas mais intensas em SC, sobretudo no Oeste e Meio Oeste. Também diminui a condição favorável aos ciclones extratropicais no litoral Sul do Brasil.

O verão inicia no dia 21 de dezembro, às 7h02min.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email