A oportunidade de renegociar dívidas nas contas de água e esgoto prossegue até o dia 31 de janeiro em todas as agências da CASAN. Qualquer usuário com débitos vencidos até 30 de junho de 2022 pode aderir ao Programa Zera Dívida da Companhia, evitando cortes de água por inadimplência. Quem tiver débitos em discussão administrativa ou judicial deve verificar a possibilidade de acordo com os setores comercial e jurídico da empresa.

Com a renegociação, o pagamento pode ser realizado em cota única, com isenção total de juros, ou em até 60 parcelas – nesse caso com isenção escalonada de juros (confira a tabela abaixo).

Para aderir ao Programa ou obter mais informações, os interessados podem se dirigir a qualquer agência da CASAN ou acessar o atendimento a distância no site www.casan.com.br (link PARCELAMENTO DE DÉBITO, na parte superior do portal).

Tabela de Descontos

Número de parcelas

Juros de mora

1

100%

2 a 12

90%

13 a 24

80%

25 a 36

70%

37 a 60

60%

SERVIÇO:

10ª Edição do Programa Zera Dívida

  • Quando: de 1º de novembro de 2022 a 31 de janeiro de 2023
  • Onde aderir: em qualquer agência da CASAN ou no site www.casan.com.br, selecionando o serviço ‘PARCELAMENTO DE DÉBITO‘.
  • Débitos que entram na negociação: todos os débitos vencidos até 30/06/2022 (mesmo que já tenha extrapolado o limite máximo de negociações permitidas).

Já diz um velho ditado: “tempo é dinheiro”. Entretanto há muitos exemplos de como desperdiçá-lo durante o trabalho. Diversas pessoas ficam olhando a tela do celular enquanto a vida acontece, escolhem resolver coisas “urgentes” que não são importantes e se dispersam em conversas com os colegas, enquanto outras tentam fazer tudo para agradar a todos e há também quem fique esperando que os problemas se resolvam sozinhos. São ações contraproducentes e muitos profissionais não entendem o quanto precisam mudar essas condutas porque o mercado atual exige que todos sejam mais produtivos ao desempenhar suas funções.

Para Karen Rodríguez, de 32 anos, especialista em gestão de talentos e recursos humanos, não saber gerenciar o tempo e as informações recebidas é um dos principais fatores que prejudicam a produtividade no trabalho.

“Nosso tempo é limitado e, com toda a questão da digitalização, principalmente na pós-pandemia, nós temos informação o tempo todo, o que causa muitas distrações: você entra no e-mail do trabalho, sempre tem novas mensagens, recebe as notificações de WhatsApp e não consegue gerenciar o tempo e a informação recebida ao redor. Obviamente você fica com a sensação de que não está produzindo o que você deveria”, analisa.

Outro detalhe é que muitos não sabem que ser produtivo significa produzir mais, em menos tempo e com menos recursos. “É preciso entender o que é ser produtivo. Muitas vezes, as pessoas acreditam que foram produtivas porque trabalharam muitas horas, quando ser produtivo é conseguir preencher todas as dimensões da vida com qualidade e sem atropelos. Você consegue dormir bem, ter tempo para comer, para a família e também desempenhar suas funções sem que uma atrapalhe a outra? De forma geral, as pessoas precisam se perguntar e entender isso”, diz.

A especialista afirma que é fundamental ordenar como serão feitas as atividades e as tarefas cotidianas. “Isso também gera menos ansiedade nas pessoas. É necessário ter um objetivo claro, fazer um planejamento para alcançá-lo e que todas a pessoas ao redor consigam entender isso. Existem vários instrumentos para isso. O primeiro é a autogestão: as pessoas precisam ser elas mesmas e responsáveis por suas ações para que tanto elas como as equipes sejam produtivas, além de terem capacidade de execução, que está atrelada às prioridades”.

Karen diz que a agilidade é outro ingrediente para ser mais produtivo e executar com eficiência o que foi combinado. “Tarefas complexas precisam muito da sua concentração para que sejam executadas, mas, se você não tem prioridades, não vai conseguir fazer nada. Existem ferramentas que ajudam a elegê-las. Uma delas é o Microsoft Planner, um aplicativo para criar planos, atribuir e conversar sobre as tarefas. Para gerenciamento do tempo, o método Pomodoro é o mais comum. Você define o que será realizado por 25 minutos, trabalha focado nesse período e descansa por 5 minutos. Depois disso, levanta, dá uma volta, bebe, água, etc.”, explica.

Ela destaca ainda o papel do gestor nesse processo: “ele também precisa manter sua equipe preparada, construir confiança e criar uma cultura em que as pessoas possam se desenvolver no dia a dia para que o trabalho possa sempre melhorar. O gestor precisa manter esse trabalho em equipe e auxiliar para que todos sejam mais produtivos. Eu sempre digo que o talento vence jogos, mas só o trabalho em equipe, bem orientado, ganha campeonatos”, afirma.

Contudo Karen avalia que nada disso adiantará se não houver disciplina e comprometimento para cumprir as tarefas sem procrastinar. “Os hábitos são muito poderosos. Se você decide emagrecer porque quer ter mais saúde e para se sentir mais disposto, precisa fazer esse acordo com o mundo e ter foco nessas prioridades. O mesmo serve para o trabalho. Entenda o que o gestor e quem está à sua volta esperam de você. Saiba o que você precisa fazer, em quanto tempo e tenha foco. Não tem problema perguntar, se for preciso esclarecer algum ponto”, conclui.

Novo direcionamento

Se você não está conseguindo ser produtivo nas suas atividades, talvez lhe falte direcionamento espiritual para isso. Faça como milhares de pessoas que estão mudando esse e outros aspectos de sua vida profissional ao participar do Novo Congresso para o Sucesso. A reunião baseada na Palavra de Deus acontece às segundas-feiras em todos os templos da Universal.

Mais uma ação em alusão ao Novembro Azul, em Criciúma, será realizada neste sábado, 12, das 9h às 12h, na Praça Nereu Ramos. A Secretaria Municipal de Saúde tem o intuito de conscientizar os homens sobre os tipos de câncer e as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). A iniciativa contará com entrega de panfletos, informações e orientações, assim como verificação de pressão arterial e avaliação nutricional. “Mais um dia para pensarmos na prevenção e conscientizarmos a população sobre a importância do cuidado com a saúde”, ressalta o secretário de Saúde, Acélio Casagrande.

Conscientizar a população sobre o cuidado da saúde masculina é dever de toda sociedade, relata a Gerente de Educação Permanente em Saúde e Humanização, Daiane Mendes de Assis Réus. “Transformar hábitos e garantir acesso à saúde de qualidade e resolutiva é o papel dos profissionais de saúde. A ação na Praça proporciona a união desses propósitos em prol da longevidade e qualidade de vida dos homens”, completa Daiane.

Dia ‘D’

No dia 23 de novembro, ocorre o dia ‘D’ em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), com horário estendido até as 20h. No dia, também terá roda de conversas, testes rápidos de hepatites B e C, HIV, sífilis, entrega de panfletos informativos e orientação sobre a vacinação.

Confira a programação:

12/11 – 9h às 12h – Praça Nereu Ramos 

•    Verificação de Pressão Arterial;
•    Avaliação e orientação sobre o Câncer de boca;
•    Avaliação Nutricional e Orientação Alimentar;
•    Planejamento reprodutivo com orientação para abertura de processo para realizar vasectomia;
•    Orientações sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis;
•    Orientações para parar de fumar;
•    Orientações de combate ao uso abusivo do Álcool;

23/11 Dia D Azul – 17h às 20h – UBSs

•    Vacinação do adulto;
•    Avaliação Saúde Bucal e orientações para prevenção ao Câncer de Boca;
•    Orientações médicas sobre a prevenção a saúde do homem, incluindo: Câncer de próstata, HPV masculino entre outros;
•    Testes rápidos HIV, Sífilis, Hepatite B e C;
•    Educação em Saúde

Devido ao feriado alusivo à Proclamação da República do Brasil, celebrado nesta terça-feira (15), o horário de funcionamento de alguns serviços oferecidos pela Prefeitura de Criciúma será alterado.

Paço Municipal: a Prefeitura estará fechada nesta terça-feira (15). As atividades serão retomadas na quarta-feira (16), das 8h às 17h.

Saúde: as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) fecham nesta terça-feira (15) retornando as atividades na quarta (16). As Unidades de Pronto Atendimento de Urgência e Emergência (UPAs) localizadas nos bairros Rio Maina e Próspera atendem normalmente. A UBS da Boa Vista funcionará das 7h às 22h.

Educação: as Escolas Municipais de Educação Básica (EMEB) e os Centros de Educação Infantil Municipais (CEIM) entram em recesso escolar na terça-feira (15). Na quarta-feira (16) as escolas voltam a atender normalmente.

Coleta de Lixo/Seletiva: a coleta de lixo será realizada normalmente nesta terça-feira (15).

Defesa Civil: a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil(Compdec) funcionará durante o feriado em regime de plantão. O contato deve ser feito por meio do telefone (48) 3437-5342, (48) 9 9162-9006 (WhatsApp) ou pelo 199.

Transporte Coletivo: os ônibus funcionam em horário de domingos e feriados nesta terça-feira (15).

A Copa do Mundo Catar se aproxima, e os órgãos da administração pública federal direta, autárquica e fundacional terão horários de expediente alterados em dias de jogos do Brasil.

Está publicada no Diário Oficial da União (DOU) a portaria do Ministério da Economia com orientações aos órgãos e entidades.

Nos dias em que as partidas estejam previstas para o meio-dia, não haverá expediente. Nas partidas iniciadas às 13h, o expediente será encerrado às 11h. Nos jogos com início às 14h, os servidores trabalharão até as 14h.

No entanto, as horas não trabalhadas terão que ser compensadas no período de 1º de dezembro de 2022 a 31 de maio de 2023.

A primeira partida da seleção brasileira na Copa do Mundo será dia 24, quinta-feira, às 16h, contra a Sérvia, em Doha. Depois, no dia 28, segunda-feira, o adversário será a Suíça, em partida marcada para 13h.

O último jogo do Brasil na fase de grupo será contra Camarões, no dia 2 de dezembro, sexta-feira, às 16h.  O horário de transmissão dos jogos é o de Brasília.

A ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) em Criciúma está beneficiando mais de 30 mil moradores da Grande Próspera, contemplando ao todo nove comunidades. Para facilitar o diálogo com a população, a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) realiza ações de apoio à comunidade a partir do Projeto Socioambiental.

Com visita de casa em casa, os moradores recebem orientações sobre a infraestrutura de saneamento, as tarifas e como executar a ligação domiciliar ao sistema de esgoto.

As abordagens residenciais proporcionam aos moradores informações sobre a importância dos serviços de coleta e tratamento, buscando adesão e o comprometimento com o empreendimento público.

Tarifa Social

Para famílias de baixa renda, que manifestam preocupação quanto ao pagamento pelo novo serviço, a Companhia esclarece que assim como acontece no caso da água, o esgoto pode ser faturado com base na Tarifa Social. Essa tarifa diferenciada pode ser solicitada por famílias com renda familiar igual ou inferior a 2 salários mínimos.

Para usufruir da Tarifa Social é preciso comprovar renda de até dois (02) salários mínimos e apresentar inscrição no Cadastro Único do Governo Federal, o mesmo utilizado para receber auxílio emergencial durante a pandemia.

A solicitação pode ser realizada no site da Casan, onde estão todas as orientações para os interessados.

Atendimento ao público

Para melhor auxiliar a população dos distritos de Vila Rica, Próspera, Argentina, Brasília, Imigrantes, Ceará, Jardim Maristela, Nossa Senhora da Salete e Morro do Céu, a Casan possui duas agências de atendimento.

Na área central, os moradores podem procurar atendimento na unidade localizada no Shopping Dela Giustina, na Praça Nereu Ramos, nº 364. No bairro Ceará fica localizada outra agência, na rua Estevão Emilio de Souza, nº 325.

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC) e do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/SC), informa que foi confirmada na quarta feira, 9 de novembro, a circulação da sublinhagem BQ.1.1 do vírus SARS-CoV-2 em Santa Catarina.

Tratam-se de 5 pacientes residentes dos municípios de Camboriú (1), Florianópolis (2), São José (1) e Joinville (1), cujas amostras foram coletadas entre os dias 11 e 21 de outubro.

Os casos foram processados pelo Lacen/SC, através da técnica RT-qPCR e confirmados por sequenciamento genômico, que identificou se tratar da sublinhagem BQ.1.1 da variante Ômicron do Coronavírus realizado pelo Laboratório de Referência Nacional para Santa Catarina, a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ/RJ).

O superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, informa que é uma sublinhagem da variante BQ.1. “Trata-se de uma sublinhagem da variante BQ.1 que atualmente vem circulando na Europa e tem provocado aumento no número de casos na região. Sua principal característica é apresentar mutações na proteína spike, que permitem que ela se ligue e infecte nossas células com maior facilidade. Com isso, a variante BQ.1.1 pode apresentar alta capacidade de ser transmitida entre a população, inclusive apresentando risco de escape vacinal para casos leves. No entanto, em pessoas que tenham recebido as doses de reforço, a infecção pela BQ.1.1 apresenta baixo risco de evoluir para formas graves que exigem hospitalização e cuidados especializados”, explica Macário.

Os municípios já foram informados, e estão realizando investigação complementar dos casos.

Alertas para reforço das medidas preventivas

A SES/SC emitiu duas notas informativas alertando os serviços de saúde e a população sobre a situação da Covid-19. Uma delas trouxe recomendações aos serviços de saúde sobre o uso das máscaras de proteção para a prevenção e o controle da disseminação de vírus respiratórios, incluindo o SARS-CoV-2 (Nota Informativa Conjunta nº 012/2022), e a outra alerta sobre a Circulação da variante BQ.1.1 do SARS-CoV-2 e possível aumento de casos da COVID-19 (Nota informativa Conjunta nº 013/2022).

Com a confirmação da circulação da variante BQ.1.1, é esperado um aumento de casos de Covid-19 para as próximas semanas. No entanto, até o momento não há evidências de que a BQ.1.1 esteja associada a um aumento de infecções mais graves, principalmente em pessoas com vacinação completa. Neste sentido, é fundamental que a população mantenha o seu status vacinal atualizado, recebendo as doses de reforço dentro do prazo recomendado.

“Todos os municípios possuem vacinas em seus estoques disponíveis para serem utilizadas como primeira dose de reforço para pessoas a partir dos 12 anos de idade, e como segunda dose de reforço para pessoas a partir dos 30 anos de idade. Além disso, pessoas que não iniciaram ou não completaram o esquema primário de duas doses, devem fazê-lo o quanto antes”, recomenda a Gerente de Imunizações da Dive/SC,Arieli Schiessl Fialho.

Prevenção

Em um relatório do Centro Europeu de Controle e Prevenção de Doenças (ECDC) , divulgado em 21 de outubro, estima-se que os casos de Covid-19 atribuíveis a BQ.1 e BQ.1.1 serão responsáveis ​​por mais da metade das infecções entre meados de novembro e início de dezembro. E no início de 2023, de acordo com o ECDC, mais de 80% dos casos na Europa serão devidos a essas subvariantes. Daí a necessidade de adoção de medidas preventivas e de preparação dos serviços para uma possível nova onda de infecções por Covid-19.

Outras atitudes importantes são aquelas relacionadas a prevenção, como lavar as mãos com água e sabão ou álcool gel frequentemente, manter ambientes arejados, evitar aglomerações e utilizar máscaras de maneira adequada, principalmente quando estiver em ambientes fechados, bem como para as pessoas com maior vulnerabilidade, como. gestantes, idosos, imunodeprimidos e portadores de comorbidades. Também é importante o uso de máscaras por parte de trabalhadores de saúde, pacientes e acompanhantes enquanto permanecerem no ambiente hospitalar.

“É importante, ainda, que objetos de uso pessoal não sejam compartilhados e que as mãos sejam lavadas várias vezes ao dia, com água e sabão, ou higienizadas com álcool gel, pois as superfícies tocadas podem estar contaminadas”, acrescenta o médico infectologista da DIVE/SC, Fábio Gaudenzi.

Caso apresente sintomas gripais, recomenda-se procurar um serviço de saúde para exame clínico e coleta de material para exame laboratorial. É fundamental que pessoas sintomáticas utilizem máscaras sempre que estiverem em ambientes coletivos, para reduzir o risco de transmissão para outros.