A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste sábado, 20, os dados da Matriz de Risco Potencial em relação ao novo coronavírus. O mapa aponta que todas as regiões catarinenses permanecem em nível gravíssimo (cor vermelha) pela quarta semana seguida.

Das 16 regiões, apenas a região do Extremo Sul continua com nota máxima em todos os quesitos analisados. As outras regiões apresentaram uma redução, principalmente, no índice de transmissibilidade. “Isso não quer dizer que tenhamos chegado à diminuição na curva, pois os leitos ainda estão em situação gravíssima no Estado. Quer dizer que há uma estabilização. Se isso vai aumentar ou diminuir na próxima semana depende do nosso comportamento também perante o contágio”, reforçou a cientista de dados Bianca Vieira.

O Governo de Santa Catarina segue atuando na gestão contra a pandemia – com a ativação de novos leitos e a criação de Centro Integrados de Ações contra o Coronavírus nas macrorregiões do Estado, como no Oeste e Grande Florianópolis. 

A Mega-Sena sorteia neste sábado (20) um prêmio acumulado em R$ 45 milhões.blank

As seis dezenas do concurso 2.354 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet.

A aposta mínima, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Fonte: Agência Brasil

O projeto Jogue Limpo é um processo de reciclagem para reaproveitar os itens descartáveis. O incentivo é do Governo Municipal de Criciúma, por meio da Fundação de Meio Ambiente (Famcri), com objetivo de conscientizar a reciclagem e a separação correta do lixo para os habitantes do município. Apenas 40% dos resíduos recolhidos em ação da coleta seletiva são aproveitados e os outros 60% são descartados por serem materiais não-recicláveis.

O projeto visa melhorar o meio ambiente e a vida das pessoas, aderindo este programa o cidadão terá redução na Taxa de Coleta e Destinação de Resíduos Sólidos (TCDRS) em até 50%. “Pouco menos de um mês do lançamento desta campanha, estamos muito satisfeitos com a adesão dos cidadãos criciumenses ao programa.

Sabemos que temos muito a evoluir em relação a coleta seletiva mas, temos a certeza que conseguiremos atingir nossa meta que é coletar e reciclar 200 toneladas por mês, com esforço e dedicação chegaremos lá”, ressalta o gerente do Ecoponto e gestor do projeto, Dhido Serafim.

Como utilizar

Separar o lixo corretamente: papelão, papéis, jornais, plásticos, latas, isopor, caixas, metais e vidros, é importante higienizar os materiais antes de serem entregues. Após isso, o cidadão deve se deslocar até os PEV’s espalhados pelo município.

O morador poderá acompanhar o seu saldo, informações e pontos de entrega mais perto da sua residência diretamente pelo aplicativo 5R Cidadão, disponível na App Store e Play Store.

Pontos das PEV’s

Há 13 Pontos de Entrega Voluntária (PEV’s) de reciclagem já em funcionamento na cidade, eles estão situados nos Parques das Nações Cincinato Naspolini, dos Imigrantes e Municipal Prefeito Altair Gudi, e nas Intendências do Rio Maina, Santa Luzia e Quarta Linha.

A população deve procurar os locais entre 8h e 17h, de segunda a sexta-feira, é necessário comunicar e procurar na área administrativa o profissional responsável por cada ponto para realizar a pesagem e garantir o desconto na taxa de lixo.

A falta de relaxantes musculares, necessários à intubação, no Hospital São José desencadeou medidas do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), após comunicado feito pelo Promotor de Justiça Luiz Fernando Góes Ulysséa. 

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) encaminhou um ofício questionando a Secretaria de Estado da Saúde quanto às medidas tomadas a fim de garantir estoques de medicamentos para a intubação de pacientes em estado grave com Covid-19 e outras doenças. O questionamento foi feito na última quarta-feira 19 pelo Promotor de Justiça Luciano Naschenweng.

Desde julho de 2020 o Estado está obrigado, por meio de uma medida liminar emuma ação da 33ª Promotoria de Justiça da Capital, a ter um plano de ação detalhado com todas as providências para abastecer os estoques de medicamentos essenciais para a intubação de pacientes, em especial os sedativos e bloqueadores neuromusculares.

Com base na informação, a 33ª Promotoria de Justiça, com atribuição estadual na área de saúde, instaurou um procedimento para investigar o fato específico e, no âmbito da ação já ajuizada e com liminar deferida em 2020, apurar a situação em todo o estado.

O ofício foi remetido na quarta-feira ao Secretário de Estado da Saúde e requer informações sobre o estoque atual os medicamentos nos hospitais, a média de consumo diário e as ações concretas adotadas pelo Governo do Estado para que não ocorra o desabastecimento nos hospitais catarinenses.

Com as informações, o Promotor de Justiça avaliará a necessidade de medidas extrajudiciais e/ou judiciais cabíveis. O prazo para resposta terminaria nessa sexta-feira, 19.